top of page

A IMPORTÂNCIA DA AUTOLIDERANÇA PARA POTENCIALIZAR SEUS RESULTADOS

Atualizado: 21 de jul. de 2023




A autoliderança é a capacidade que uma pessoa tem de gerenciar suas habilidades e comportamentos para alcançar seus objetivos profissionais e pessoais. Por meio dela, o profissional assume a responsabilidade da sua carreira, buscando ferramentas para desenvolvê-la. A autoliderança é uma iniciativa que deve partir do próprio profissional, mas que pode ser fomentada pela empresa. No entanto, segundo o relatório Tendências de Gestão de Pessoas (Great Place to Work/ 2022), 39% das empresas notam uma lacuna no desenvolvimento de habilidades comportamentais em seus funcionários. Os pilares para o desenvolvimento da autoliderança são autoconhecimento, automotivação, autorresponsabilidade, autodeterminação e autoconsciência. Por isso, para desenvolver sua autoliderança é preciso refletir sobre as habilidades, as competências e os conhecimentos necessários à sua carreira de sucesso. Realizar uma investigação interna profunda para compreender as suas necessidades diante dos possíveis desafios que te esperam. O autoconhecimento deve ser sempre a bússola que guiará toda a jornada em busca da autoliderança. É ele que faz você entender o que de fato deseja e espera para o seu futuro. E estabelecer alguns nortes que direcionem suas ações e compromisso para valores que estejam sintonizados com seu projeto de vida pessoal e profissional. Esse conhecimento profundo te levará a buscar um equilíbrio maior entre suas paixões e as possibilidades de torná-las parte da sua carreira. Também, descobrir a melhor forma de manter o equilíbrio em situações extremas e desafiadoras para assim encarar com propriedade o exercício da liderança. Conhecer a si mesmo é, ainda, conquistar a independência de gerenciar os momentos de crise das melhores formas, sem a necessidade de externar a culpa ou buscar soluções em outras pessoas. A autoliderança proporciona diversas vantagens para o colaborador, que passa a gerenciar o seu crescimento profissional, cultivar relacionamentos mais saudáveis no time e ter mais satisfação no trabalho. Profissionais que se autogerenciam tendem a ser mais ágeis para tomar decisões e têm uma visão analítica do trabalho e do negócio. Como líderes, ao desenvolverem a autoliderança, conseguem impactar o ambiente organizacional e instigar os demais a seguirem pelo mesmo caminho. Também, conseguem

uma estabilidade emocional, segurança para decidir e resiliência, características que se destacam perante as equipes. Logo, o conhecimento adquirido com a autoliderança torna o profissional apto a compreender mais as necessidades e os comportamentos dos demais. E, assim, extrair o melhor de cada um em benefício do todo. Por esses motivos, a autoliderança é fundamental para quem quer liderar equipes de alta performance, especialmente aquelas que precisam lidar com a pressão constante em busca de resultados. Como efeito em cascata, essa prática também traz benefícios para a competitividade e os resultados do negócio. A equipe se torna mais criativa e inovadora; as decisões são mais rápidas e assertivas; há maior engajamento e um grupo mais esforçado e colaborativo. Por último, há uma definição mais clara dos objetivos e resultados. Fica claro que a autoliderança é uma habilidade que ajudará a pessoa a direcionar de maneira correta os rumos de sua carreira. Afinal, quanto maior o crescimento profissional da pessoa, maior valor terá no mercado de trabalho. No entanto, os benefícios não são só pessoais. São também para a empresa. Para a organização, profissionais com autoliderança promovem a formação de equipes de alta performance, impactando de forma significativa os resultados da organização. Portanto, desenvolver a autoliderança precisa ser uma preocupação do colaborador e da empresa, já que esforços conjuntos irão beneficiar ambos os lados.



Édila Souza é Educadora Executiva e colunista do Gente Mais Portal.

30 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page