top of page

COMUNICAÇÃO INCLUSIVA: VOCÊ PRECISA ESTAR A PAR DESTA REALIDADE

Diversidade e inclusão são pautas recorrentes em diversos segmentos atuais, inclusive no ambiente corporativo.


A diversidade aborda todas as diferenças humanas, incluindo características visíveis ou não, como idade, sexo, orientação sexual, religião ou status socioeconômico. A inclusão, por sua vez, é como um sentimento de pertencimento.


Por esse motivo o tema é bastante discutido: as pessoas, que são diversas e singulares, cada vez mais anseiam serem incluídas na sociedade, – através da forma que são tratadas, valorizadas, aceitas, respeitadas e incentivadas – e a comunicação inclusiva é uma ferramenta que permite informá-las e estabelecer diálogos importantes.



Como a comunicação inclusiva impacta a sua empresa?


Para as empresas, não basta cumprir a lei de cotas e contratar pessoas com deficiência. É necessário que a organização se prepare para possuir um espaço físico e social agradáveis que promovam a acessibilidade dos funcionários, para que não haja conflitos internos ou externos.


Além do mais, há muitos benefícios para as empresas que cultivam a comunicação inclusiva, já que um ambiente agradável otimiza a produtividade e expande os nichos de mercado.



Benefícios de uma comunicação inclusiva efetiva


As empresas que não estão preparadas para lidar com a comunicação inclusiva com os clientes possuem uma perda significativa de mercado. Possuir adaptações de cultura e medidas de respeito e acessibilidade para qualquer grupo faz uma grande diferença na visão dos clientes e na decisão de compra.


A empresa que investe nessa comunicação possui vantagens em termos de imagem da marca e reconhecimento de sua responsabilidade social, o que também a torna preferível por toda uma parcela de consumidores que tomam o aspecto como muito relevante.


Ao combinar diferentes culturas e experiências, é possível melhorar a convivência e permitir trocas de aprendizados mais ricas, dando espaço para que equipes mais criativas cresçam, pensando fora da caixa e melhorando o negócio.


Um time diversificado tem a chance de desenvolver soluções diferenciadas e inovadoras para atender as demandas da liderança. Desse modo, a rotina e o modo de realizar tarefas passa por mudanças, apresentando-se mais agradáveis para a equipe, fator que atrai e retém talentos que estão em busca de companhias socialmente responsáveis.



Como realizar uma comunicação inclusiva?


Atualmente, ficou ainda mais fácil aprimorar a empresa para trabalhar com comunicação inclusiva. Além dos cursos de preparação presenciais, é possível fazer cursos online e também usar diversas tecnologias, como substituir o uso do papel comum por tablets com sistemas de voz para cegos e utilizar plataformas de intérpretes para surdos.


investir em processos que garantam a inclusão social é essencial, tomando ações estratégias que permitam a inserção de pessoas qualificadas na equipe. Isso pode ser decisivo, por exemplo, para o aumento da produtividade e, também, para criar ambientes mais criativos e, consequentemente, que tenham como foco o sucesso do negócio.


A cor, o gênero ou o estilo não podem ser um fator de definição de talentos dentro da organização corporativa. É preciso, na verdade, superar os preconceitos e ampliar o leque de colaboradores, gerando maior atração e retenção de bons profissionais na empresa.



De fato, a diversidade e inclusão nas empresas são fatores que podem ser bastante vantajosos para os gestores corporativos e, também, para o bom andamento dos negócios, independentemente do ramo em que estão inseridos. Até porque, a verdadeira inclusão ocorre quando todos passam a ter espaço e são respeitados, mesmo que apresentem diferentes perfis, etnias ou classes sociais.


Isabelle Apolinário, estagiária Gente Mais, sob a orientação da jornalista Thayná Fogaça.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page