top of page

Empregabilidade?

Cunhado pelo empresário e escritor José Augusto Minarelli, no fim da década de 1990, o termo “empregabilidade” remete à capacidade que um profissional tem de estar empregado.


Mas para além disso, remete também à capacidade do profissional em ter sua carreira protegida dos riscos do mercado de trabalho.

Então, por que há tantos profissionais desempregados? Ou ainda, por que há tantos profissionais em empregos que não os satisfazem?

A resposta é simples: porque nos dias atuais, todos estão à procura de um emprego fantasioso. Livre de problemas e atribulações, no qual sua carreira decolará em pouco tempo.

O país não atravessa um grande momento, economicamente, logo, as oportunidades de emprego estão mais tímidas. Especialmente em um momento como esse, muitos profissionais - capacitados ou não - querem apenas cargos que sejam de liderança, por crerem que o sucesso só será obtido por meio destes cargos.

Qual o segredo para chegar à liderança?

Por exemplo, no momento de crescimento econômico do Brasil, a área da construção civil experimentou um aumento estratosférico e, assim, os salários foram bastante inflacionados. Um bom pedreiro, conceituado e competente, poderia receber mais do que muitos engenheiros. Tudo isso por causa da falta de mão de obra para este trabalho.

Se já temos conhecimento desta realidade, então por que a maioria das pessoas ainda buscam direto uma graduação em engenharia civil, em vez de começarem por um curso técnico, conhecer a área e depois ir crescendo aos poucos?

Muitos ainda acham que “diploma” é sinônimo de sucesso e estabilidade profissional. Não é! A graduação deve ser encarada como uma ferramenta para compor sua formação profissional. Primeiro você tem um contato inicial com a área, depois conhece mais e então busca uma graduação.

Em suma, precisamos sem dúvida nenhuma repensar nossos valores, nosso conceito de sucesso, dignidade e reconhecimento. Caso contrário, ficaremos fadados a viver num país medíocre e limitado, por causa de seu próprio povo que prefere ver ótimas oportunidades passarem, por sempre achar que existirá outra melhor.


1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page