top of page

FAÇA AS PAZES COM A VIDA ll

E para continuar o artigo anterior, hoje falarei sobre o carinho.


Apesar de inumaras provas que o ser Humano é colocado, ainda percebemos o quanto falta para avançar no desenvolvimento humano. Hoje vou trazer a carícia como fator essencial para o ser humano.


A Carícia é uma unidade de reconhecimento humano, onde estudos apontam que nenhum ser humano vive mais de 72 horas sem receber ou dar carícias. Portanto, todos os seres humanos, sem exceção, necessitam de Carícias. Significa que todos os recém-nascidos precisam de carícias físicas para sobreviver. Quando a pessoa não possui carícia ela vai incomodando-se, comportando-se equivocadamente de forma constante, evoluindo para a aquisição de doenças mentais.



Com a chegada da Pandemia, vimos fortemente a carícia como fatos prejudicado. Pessoas sendo afastadas e impedidas de contato com o outro. Uma das carícias que o homem precisa refere se ao contato com a pele. Abraços é uma ação comum que fortalece e alimenta o sistema de carícias. “Segundo a Teoria da Mente, uma grande região do cérebro humano (e de alguns primatas) se chama cérebro social: temos neurônios-espelho que se ativam quando estamos em contato com outros.



Eric Berne, refere que, “além da fome de comida, o ser humano possui outras três "fomes" igualmente vitais para a sobrevivência”.


Estímulos sensoriais (visão, audição, tato, olfato e paladar). Reconhecimento. Ser percebido por outros seres humanos e obter Carícias positivas ou negativas (exemplo: elogio ou crítica), e o contato físico propriamente dito positivos ou negativos (exemplo: abraço ou tapa).

O ser humano é incrível de fato, precisa de sentimento a todo instante, dada a importância. Neste sentido compreendeu-se que o ser humano necessita de reconhecimento, pelo que faz e pelo que é.



Então, para compreender a felicidade das pessoas hoje precisamos entender o sistema de carícias. Se um adulto, dá pouco ou não dá carinho para uma criança (filho), logo este filho, não saberá o que é, e estará carente deste sentimento, necessitando. Logo, seu estado de carícia fragilizado começará a interferir no estado emocional, físico e espiritual. Este interferindo no desenvolver de atividades, trabalho e condutas.

Bora para ação:


01- Treino a carícia com as pessoas que estão perto de você. Na família, no trabalhou na sociedade. Verás que fara a diferença. De elogios pelo que é e pelo que faz. Este estímulo fará com que a ocitocina , Hormônio da felicidade seja acionado elevando o prazer, satisfação e desejo de quem recebe.


02- Começe por você. Se permita elogiar diariamente, este exercício fara você acreditar ainda mais em si, se perdoar e impulsionar novas ações. Despertar a criatividade e motivar.

Quer ser feliz com muito sucesso, coloque em prática o exercício da carícia, pois encontrará mais motivos para diariamente multiplicar suas ações e escolhas, agregando mais valor.



Diana Ceolin é Palestrante, Mentora, Empresária e Funcionária Pública.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page