top of page

Poupe e invista todo mês

Muito se discute sobre a importância de poupar dinheiro. Pouco se ensina na prática, como se fazer. Talvez você acredite que poupar dinheiro, é deixar de usufruir de muitos momentos felizes, não passar na cafeteria que tanto adora depois de um dia cansativo, deixar de fazer um churrasco no final de semana, ou até mesmo recusar a compra daquele vestido/calçado que tanto queria. Quando, na verdade, pequenas regalias como essas, jamais irão te tornar mais rico. E não é nem pelo valor, mas pela mentalidade.


Sobre mentalidade, é crucial entender que tudo começa aí, em nossos pensamentos e crenças. É impossível se tornar próspero, sem moldar sua mente antes. Observe que momentos felizes, são investimentos em você mesmo. Cooperam para seu bem-estar, sua crença de merecimento e te fortalecem para continuar firme em projetos do dia a dia.


Então, após entender que poupar não é deixar de fazer tudo que te deixa feliz, mudar sua forma de pensar, as coisas começarão a fluir. Agora você passa a compreender que seu propósito é algo maior.


É hora de passar a investir seu tempo em estudos e aprender sobre rendimentos, talvez criar uma fonte de renda, talvez passar a investir em um determinado banco, comprar ações… construir uma base sólida para que seu dinheiro comece a render e a trabalhar por você!


E, além disso, quero deixar aqui para vocês hoje 4 conselhos que recomendo para quem desejam começar a poupar, pode até parecer missão impossível, mas algumas mudanças simples no dia a dia podem ter impacto positivo no seu orçamento.


1- Saiba exatamente qual seu orçamento mensal e se for necessário reorganize suas finanças.

Quase 40% dos brasileiros reconhecem que gastam mais do que ganham, enquanto 55% admitem estar sempre no vermelho, segundo levantamento divulgado em 2020 pela fintech Acordo Certo.

O óbvio que precisa ser dito, mas é bom lembrar que você tem de gastar menos do que ganha.

Anote todos os seus rendimentos e gastos, pode ser uma planilha, caderninho, em um aplicativo de celular ou no que ficar mais fácil de analisar no seu dia a dia.


2- Aprenda a dizer não.

Isso não é o mesmo que eliminar sua vida social, mas reconhecer que um evento ou outro vai fugir da sua capacidade financeira. Conversar com a família ou amigos sobre o desejo de economizar também ajuda e facilita a sua disciplina.


3- Crie um objetivo financeiro

Um planejamento de médio a longo prazo, com objetivos bem definidos, funciona como motivação diária para guardar dinheiro. Pense em algo “grande” que deseja muito, como fazer um intercâmbio, uma pós-graduação, trocar de carro, uma cirurgia, uma festa etc. Defina o valor e quanto tempo precisa para realizar esse sonho. Traçar esse objetivo traz uma motivação adicional do que simplesmente guardar dinheiro sem uma meta planejada.


4 – Comece a investir

Guardar o dinheiro embaixo do colchão ou deixá-lo parado na conta-corrente não faz com que ele renda. É importante conhecer o mercado e entender um pouquinho sobre cada tipo de investimento, assim você consegue diversificar sua carteira de investimentos e alcançar seus objetivos com maior velocidade.


Agora que você tem as ferramentas para começar a poupar, cuide bem do seu dinheiro. Assim você garante um futuro com mais conquistas e menos apertos.


Cris Jesus é Empresária, Consultora, Mentora Empresarial e colunista do Gente Mais Portal.

44 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page